Segurança

Dois suspeitos de envolvimento em sumiço de mulher são presos em SC

Débora Arruda está desaparecida desde 6 de maio e polícia suspeita de latrocínio

Divulgação

Dois homens suspeitos de estarem envolvidos no desaparecimento de Débora Arruda, de 56 anos, foram presos nesta segunda-feira (23) em Santa Catarina. A moradora de Balneário Piçarras está desaparecida desde 6 de maio, quando foi vista pela última vez saindo acompanhada de um supermercado da cidade do Litoral Norte.

Os dois mandados de prisão foram cumpridos durante a madrugada. Segundo a Polícia Civil, os homens são suspeitos do crime de latrocínio. A investigação apontou até agora que três pessoas entraram no veículo da vítima após a saíde do mercado e seguiram em direção à praia.

Após pegarem o carro de Débora, os três homens teriam deixado o corpo dela às margens da BR-101, na altura de Joinville, e fugido para o Paraná, de acordo com a polícia. O veículo e o cachorro da vítima foram encontrados em Guaratuba (PR).

A investigação começou após um dos homens buscar a polícia em Guaratuba e confessar ter estrangulado Débora até a morte — sem apresentar provas. Desde então, a polícia continua em busca do corpo da vítima.

Caso com pontas soltas

Ainda há muitas pontas soltas sobre o desaparecimento de Débora e pouco se tem de concreto. O filho da vítima, Lucas Ramos Arruda, de 27 anos, começou a fazer uma investigação paralela à procura de notícias da mulher.

Segundo ele, a Polícia Civil não tem passado muitos detalhes para a família, que suspeita que a mãe tenha sido vítima de crime sexual.

— Pelo depoimento [do homem que se entregou à polícia], ela está morta. Mas temos esperança de encontrar ela viva, é óbvio. Principalmente porque não foi achado o corpo. É angustiante ver os dias se passando e não saber de nada — lamenta Lucas.

O filho comenta, inclusive que, anteriormente, o homem que confessou o assassinato disse que tinha agido sozinho, mas, em segundo depoimento, teria mudado a versão, acusando a participação de outros dois homens que também estariam no carro.

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Presos traficantes que vendiam drogas em frente à casa de investigador em Braço do Norte

A prisão teve participação da Polícia Civil e Polícia Militar

Assaltantes de entregadores de lanches são presos em Orleans

Criminosos ligavam para o estabelecimento, realizavam o pedido e na hora da entrega levavam o dinheiro, o lanche e, até as motocicletas.

Homens são presos tentando roubar materiais de uma creche em Criciúma

A creche passava por obras e os ladrões tentaram levar materiais da construção

Operação ‘Feliz Mano Novo’ prende suspeitos de tráfico de drogas, homicídios e roubos

Quadrilha investigada é do Rio Grande do Sul e estaria se instalando em municípios catarinenses, de acordo com a Polícia Civil.