Segurança

Esquema de lavagem de dinheiro é alvo de operação em SC e PR

A operação teve como objetivo desarticular uma organização criminosa voltada à prática de crimes contra a ordem tributária, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Foram cumpridos 21 mandados

Foto: Divulgação

Um esquema criminoso investigado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica em Santa Catarina e Paraná foi alvo de 21 mandados de busca e apreensão em uma operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), na manhã desta segunda-feira (16).

A investigação chamada “Rede Oculta”, instaurada pela 4ª Promotoria de Justiça de São Miguel do Oeste, no Extremo-Oeste de SC, apurou que a quadrilha abria diversas empresas em nome de terceiros para ocultar o vínculo entre si e a relação matriz e filiais, obtendo, por consequência, benefícios tributários.

De acordo com o Gaeco, os mandados judiciais foram cumpridos em São Miguel do Oeste, Anchieta, ambas no Extremo-Oeste do Estado, e Cascavel e Francisco Beltrão, no Paraná.

Foram presos em flagrante duas pessoas, por posse de arma de fogo de uso permitido e posse de arma de fogo com numeração suprimida. Também foram apreendidos valores em espécie e feito o bloqueio de bens dos investigados.

O nome da operação é alusivo ao modus operandi da organização que visava ocultar que as empresas fazem parte do mesmo grupo econômico, com nomes diversos e utilização de “laranjas” como proprietários.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Proprietário de lavação é preso por tráfico de drogas em Orleans

Na delegacia, o acusado confirmou que entregou 15 gramas de crack para o usuário em troca de um Fiat Uno com problemas mecânicos.

Em cinco horas, PMRv recolhe 13 carteiras de motoristas e prende um por embriaguez ao volante em Laguna

O montante é preocupante segundo os policiais, já que foram somente 32 abordagens neste período. Motoristas pagarão multa de aproximadamente R$ 3 mil e ficarão sem a CNH por 12 meses.

Operação Amigo dos Amigos investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em Rio do Sul

A Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão em três cidades: Rio do Sul, Orleans e Tubarão.

Polícia Federal cumpre mandados em Orleans, Urussanga, Siderópolis, Tubarão e Criciúma

Em apenas uma das obras financiadas, o recurso desviado, conforme a apuração, é de aproximadamente R$ 300 mil.