Segurança

Homem comete ato obsceno e foge em Braço do Norte

A polícia perseguiu o suspeito, mas não conseguiu prendê-lo.

Divulgação

Por volta das 22h desta quinta-feira (12), uma mulher relatou que um homem em um carro Fiat Uno branco estava falando várias palavras obscenas para ela. O homem passou de carro duas vezes pela praça e falava palavras obscenas para a vítima L.P.A.

A polícia fez rondas no local e encontrou o carro suspeito por volta das 23h30 na SC-108, no Bairro Represa. O veículo estava estacionado, mas quando o motorista viu os policiais fugiu efetuando arrancadas bruscas frenagens e cavalinho de pau. Os policiais acompanharam o carro e pediram reforços, mas em determinado momento os policiais perderam o veículo de vista.

Perto do local em que o suspeito fugiu havia uma casa abandonada e os policiais foram averiguar se o motorista poderia estar na casa. Quando chegaram viram a porta aberta, mas não havia ninguém no local. Em busca pela residência foram encontradas duas armas longas de calibre 32 e 15 munições intactas do mesmo calibre. Na casa também havia dez munições deflagradas.

Os policiais encontraram ainda duas caixas de espoletas, uma garrafa com pólvora, uma lata com aproximadamente dois quilos de chumbo e também um utensílio usado no carregamento das munições. Os objetos e armas foram apreendidos. O suspeito não foi localizado.

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.