Segurança

Idoso morre ao colidir em poste na SC-108 entre Ermo e Jacinto Machado

Foto: Divulgação

No final da manhã deste sábado, 10,por volta das 11h, foi registrado um acidente de trânsito com vítima fatal no KM 432.05 da SC-108 entre Jacinto Machado e Ermo.

De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), um idoso de 61 anos colidiu em um poste de alta tensão da rodovia com uma caminhonete Renault/Oroch e o corpo da vítima foi projetado para fora do veículo, devido ao choque com o poste, ficando próximo ao automóvel que veio a pegar fogo, em seguida e ocasionou queimaduras no corpo do condutor que não resistiu e morreu no local.

O Corpo de Bombeiros de Turvo e Sombrio foi acionado para conter as chamas do veículo. Foi solicitado apoio a concessionária de energia (Cejama) para desenergização dos fios da rede. Na chegada da guarnição o incêndio estava em desenvolvimento completo, sendo utilizado 3 mil litros de água para combater o fogo. Após a extinção do incêndio a equipe dos bombeiros acessou o cena e retirou a vítima dos destroços.

O idoso seria morador da região de Jacinto Machado, e a guarnição da PMRv atendeu a ocorrência com apoio do Instituto Geral de Perícias e do Instituto Médico Legal.

Saiba mais: 

Presidente do Sindicato dos trabalhadores rurais foi identificado como vítima fatal de acidente na SC-108 em Jacinto Machado

 

Notícias Relacionadas

Homem fica preso nas ferragens após acidente com dois veículos na SC-108, em Criciúma

A colisão ocorreu entre dois veículos no Bairro São Simão por volta das 15h20 desta quarta-feira (11)

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Prefeitura de Jacinto Machado vacina idosos contra a gripe em casa para evitar aglomerações nos postos

No total, são 2.200 pessoas acima de 60 anos, que serão imunizados.

Dois morrem após colisão frontal entre motocicletas na SC-108, em Orleans

Mikael Fraga Claudino, de 22 anos, e Nelson da Silva, de 40 anos, pilotavam as motocicletas e não resistiram aos ferimentos.