Geral

Planos de saúde vão cobrir exames para detecção do novo coronavírus

A medida foi publicada hoje no Diário Oficial

Divulgação/Secom

Os planos de saúde estão obrigados, a partir de hoje (14), a cobrir exames para detecção do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que provoca a covid-19. A decisão, tomada ontem pela diretoria colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar, prevê a cobertura para a pesquisa de anticorpos IgC ou anticorpos totais e foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Os exames poderão ser feitos nos pacientes com síndrome gripal ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG) a partir do oitavo dia do início dos sintomas e também para crianças ou adolescentes com quadro suspeito de síndrome multissistêmica inflamatória pós-infecção pelo novo coronavírus.

Os planos de saúde, no entanto, não estão obrigados a cobrir os testes nos seguintes casos: RT-PCR prévio positivo para Sars-Cov-2; pacientes que já tenham realizado o teste sorológico, com resultado positivo; pacientes que tenham realizado o teste sorológico, com resultado negativo, há menos de uma semana; para testes rápidos; pacientes cuja prescrição tem finalidade de screening, retorno ao trabalho, pré-operatório, controle de cura ou contato próximo/domiciliar com caso confirmado; e para verificação de imunidade pós vacinal.

Notícias Relacionadas

Clínicas e laboratórios particulares de Braço do Norte terão que informar a Prefeitura sobre exames para Covid-19 realizados

O Decreto 026/2020, assinado pelo prefeito, Beto Kuerten Marcelino, na noite deste domingo (12), visa garantir a transparência sobre os dados da doença no Município.

Alto número de faltas em consultas e exames prejudica pacientes da saúde de Siderópolis

As ausências comprometem a capacidade de marcação de consultas de uma Unidade Básica de Saúde.

Município de Orleans edita novo decreto que define medidas mais rigorosas de combate ao novo coronavírus

O descumprimento de algumas medidas pode representar multas, no valor de R$ 1.394,25, além da interdição de estabelecimentos comerciais.

Número de infectados pelo novo coronavírus no mundo supera 7 milhões

Dois terços estão concentrados na Europa e nos EUA