Segurança

Quatro mulheres sofrem agressão na região num intervalo de sete horas

O primeiro caso foi registrado em Laguna, e a vítima teria fraturado a perna.

Divulgação

No dia em que duas leis que alteram a lei Maria da Penha para ampliar a proteção à vítima de violência doméstica foram sancionadas, quatro mulheres foram agredidas na região.

Os crimes aconteceram num intervalo de 7h. O primeiro caso foi registrado em Laguna, e a vítima teria fraturado a perna.

De acordo com a polícia, uma jovem de 19 anos ficou ferida após ter sido agredida pelo companheiro. O caso aconteceu na comunidade de Ponta da Barra, região da Ilha de Laguna. Uma amiga da vítima passava pelo local quando teria presenciado as agressões. Ela acionou a PM.

Segundo a denunciante, a jovem foi agredida com chutes e foi empurrada. No depoimento à polícia, a agredida contou que a situação começou após uma discussão. Pelas agressões, a vítima teve fratura na perna.

Alguns instantes depois, ainda na quarta-feira, em Jaguaruna, uma jovem foi agredida pelo irmão. Ambos foram acompanhados pelo Conselho Tutelar.

À noite, o terceiro caso aconteceu em Tubarão. A polícia foi acionada por vizinhos, que ouviram a mulher sendo agredida pelo marido. Segundo a vítima, uma discussão teria começado horas mais cedo. Depois, as agressões aconteceram, sendo ela xingada e empurrada contra a parede. O marido permaneceu no local, e ambos foram encaminhados à delegacia.

Por fim, novamente em Jaguaruna, o quarto caso foi atendido pela polícia. Um rapaz comunicou que foi até a casa de sua namorada e encontrou o ex dela no local. Segundo o denunciante, o acusado teria ameaçado destruir a casa da mulher, por não aceitar o fim do relacionamento. Alterado, ele entrou em luta corporal com o denunciante, e depois fugiu.

Com informações do Jornal Diário do Sul 

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Jovens e mulheres terão prioridade na liberação de recursos dos Programas da Secretaria da Agricultura de SC

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens.

Denúncia de bullying será investigada em Tubarão

Uma das acusações é que um professor e outra aluna do colégio passaram tinta e cola no cabelo da criança.

Idoso fica gravemente ferido após ser agredido com capacete em Lauro Müller

Familiares também foram ameaçados por agressor. Com o acusado, a Polícia Militar encontrou drogas.