Poder Legislativo

Vereadores propõem conscientização da população e pedem apoio da PM em Cocal do Sul

Motoristas voltaram a questionar multas recebidas na área central da cidade. Assunto foi discutido após a aprovação de recursos para compra de armas e munições aos policiais.

Foto: Adriano Ghellere/Sul In Foco

A Câmara de Vereadores de Cocal do Sul busca intermediar uma solução imediata para reduzir o número de autuações de trânsito registradas na cidade. As reclamações de motoristas questionando as infrações e a forma que foram aplicadas, motivaram o debate na última sessão desta terça-feira (12).

Ao votar o Projeto de Lei que autoriza a liberação de recursos para a compra de armamentos e munições à Polícia Militar da cidade, o vereador Adriano Possamai Della (PSDB), destacou o fato sobre as autuações. “De 18 pessoas que conversei, 14 me questionaram sobre as multas que levaram. Peço por favor para que o policial aborde o motorista, converse com ele e oriente. Respeitem o dinheiro do trabalhador de Cocal do Sul. Estamos aprovando o projeto de R$ 22 mil. Esse dinheiro é da população”, destacou Della.

Vereadora Roseny Cittadin Barbosa fala sobre as multas – Foto: Adriano Ghellere/Sul In Foco

E a posição entre os vereadores foi unânime: conscientizar a população, mas com a ajuda da Polícia Militar através de orientações. “Existem vários meios de sensibilizar a população e uma delas é o trabalho de conscientização. Os vereadores recebem diariamente muitas reclamações. Vamos fazer isso através de panfletagem e abordagens”, lembrou a presidente do Legislativo, Roseny Cittadin Barbosa, a Nega (MDB).

O vereador Luiz Henrique Bittencourt (PP) lembrou que a intenção dos vereadores não é que a Polícia Militar deixe de autuar e sim, contribua na orientação dos motoristas. “Não queremos que os policiais façam ‘vistas grossas’. As infrações existem. Os policiais são obrigados a multar, existe uma legislação e deve ser cumprida. A conscientização vem através de orientação. Chamar a pessoa e orientar e não apenas e multar”, enfatizou o vereador

O vereador Marcel Freitas (PSDB) concordou com Henrique em orientar a população, evitando a penalização direta em alguns casos. “Nenhum vereador é contra a aplicação da lei. Que se aborde e oriente, ao invés de aplicar a multa. Ninguém está pedindo para passar a mão na cabeça de ninguém. As pessoas que estão dirigindo também têm que fazer as coisas certas”, defendeu.

Foto: Adriano Ghellere/Sul In Foco

Material informativo

A vereadora Nega afirma que a Câmara de Vereadores está viabilizando a confecção de panfletos com orientações. O objetivo é distribuir entre os motoristas. “Esse panfleto está pronto e na próxima semana estaremos detalhando esse trabalho que conta com o apoio da Polícia Militar e Civil da cidade”, pontua.

“A população quer mais segurança e que os policiais estejam mais atuantes nos bairros, inclusive com abordagens. Consequentemente haverá uma redução significativa dos casos de furtos. O trabalho agora é fazer a conscientização quanto as infrações de trânsito, parando os carros nas ruas, lembrando os motoristas que a PM será atuante e vai fazer o papel dela”, completou o vereador Richardson Vieira (PDT).

O Projeto de Lei, aprovado por unanimidade, prevê a aquisição de um fuzil calibre 556 de alta potência, mil munições, uma espingarda calibre 12, dois sprays de pimenta, e 15 sprays de pimenta de espuma.

E a Polícia Civil?

O convênio de repasse de recursos em benefício à Polícia Militar, também motivou o questionamento sobre a situação da Polícia Civil da cidade.

Segundo a presidente Nega, a realidade preocupante. “O responsável pela delegacia recebe 100 litros de gasolina para o automóvel realizar as diligencias. Falamos com o Conselho Municipal de Segurança para vermos com o Executivo, um convenio com a Polícia Civil. Agendaremos uma reunião com o Governo Municipal e com a ADR para discutir o assunto na próxima semana”, finaliza.

  • IMG_6485 (Copy)
  • IMG_6503 (Copy)
  • IMG_6489 (Copy)
  • IMG_6495 (Copy)
  • IMG_6501 (Copy)
  • IMG_6513 (Copy)
  • IMG_6508 (Copy)
  • IMG_6506 (Copy)
  • IMG_6512 (Copy)

Expediente da 17ª Sessão Ordinária

Projeto de Lei PL Nº 07/18. Autoria. Luiz Henrique de Bittencourt. Denomina logradouro público no Bairro Vila Nova, neste município.

Indicação Nº 129/18. Autoria. Marcel Freitas. Que o Poder Executivo através da secretaria de obras viabilize a manutenção das lajotas soltas na travessa Pedro Smânia, Bairro Centro.

Indicação Nº 130/18. Autoria. Giovana Galato Santa Rosa. Que o Poder Executivo através do setor competente avalie a possibilidade de implantar no município o Projeto Cidade Lixo Zero.”

Veja a Sessão Legislativa em vídeo

Notícias Relacionadas

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Confira 7 sugestões de presentes tecnológicos e acessórios de celulares para o Natal

VEJA VÍDEO - Os produtos são bastante procurados pelos clientes e estão disponíveis na LC Celulares de Cocal do Sul e Urussanga.

Empresa tem malote levado por assaltante em Sangão

A funcionária disse à polícia que foi abordada pelo homem quando chegava no estabelecimento com um furgão.

Idoso fica gravemente ferido após ser agredido com capacete em Lauro Müller

Familiares também foram ameaçados por agressor. Com o acusado, a Polícia Militar encontrou drogas.