Poder Legislativo

Vereadores propõem conscientização da população e pedem apoio da PM em Cocal do Sul

Motoristas voltaram a questionar multas recebidas na área central da cidade. Assunto foi discutido após a aprovação de recursos para compra de armas e munições aos policiais.

Foto: Adriano Ghellere/Sul In Foco

A Câmara de Vereadores de Cocal do Sul busca intermediar uma solução imediata para reduzir o número de autuações de trânsito registradas na cidade. As reclamações de motoristas questionando as infrações e a forma que foram aplicadas, motivaram o debate na última sessão desta terça-feira (12).

Ao votar o Projeto de Lei que autoriza a liberação de recursos para a compra de armamentos e munições à Polícia Militar da cidade, o vereador Adriano Possamai Della (PSDB), destacou o fato sobre as autuações. “De 18 pessoas que conversei, 14 me questionaram sobre as multas que levaram. Peço por favor para que o policial aborde o motorista, converse com ele e oriente. Respeitem o dinheiro do trabalhador de Cocal do Sul. Estamos aprovando o projeto de R$ 22 mil. Esse dinheiro é da população”, destacou Della.

Vereadora Roseny Cittadin Barbosa fala sobre as multas – Foto: Adriano Ghellere/Sul In Foco

E a posição entre os vereadores foi unânime: conscientizar a população, mas com a ajuda da Polícia Militar através de orientações. “Existem vários meios de sensibilizar a população e uma delas é o trabalho de conscientização. Os vereadores recebem diariamente muitas reclamações. Vamos fazer isso através de panfletagem e abordagens”, lembrou a presidente do Legislativo, Roseny Cittadin Barbosa, a Nega (MDB).

O vereador Luiz Henrique Bittencourt (PP) lembrou que a intenção dos vereadores não é que a Polícia Militar deixe de autuar e sim, contribua na orientação dos motoristas. “Não queremos que os policiais façam ‘vistas grossas’. As infrações existem. Os policiais são obrigados a multar, existe uma legislação e deve ser cumprida. A conscientização vem através de orientação. Chamar a pessoa e orientar e não apenas e multar”, enfatizou o vereador

O vereador Marcel Freitas (PSDB) concordou com Henrique em orientar a população, evitando a penalização direta em alguns casos. “Nenhum vereador é contra a aplicação da lei. Que se aborde e oriente, ao invés de aplicar a multa. Ninguém está pedindo para passar a mão na cabeça de ninguém. As pessoas que estão dirigindo também têm que fazer as coisas certas”, defendeu.

Foto: Adriano Ghellere/Sul In Foco

Material informativo

A vereadora Nega afirma que a Câmara de Vereadores está viabilizando a confecção de panfletos com orientações. O objetivo é distribuir entre os motoristas. “Esse panfleto está pronto e na próxima semana estaremos detalhando esse trabalho que conta com o apoio da Polícia Militar e Civil da cidade”, pontua.

“A população quer mais segurança e que os policiais estejam mais atuantes nos bairros, inclusive com abordagens. Consequentemente haverá uma redução significativa dos casos de furtos. O trabalho agora é fazer a conscientização quanto as infrações de trânsito, parando os carros nas ruas, lembrando os motoristas que a PM será atuante e vai fazer o papel dela”, completou o vereador Richardson Vieira (PDT).

O Projeto de Lei, aprovado por unanimidade, prevê a aquisição de um fuzil calibre 556 de alta potência, mil munições, uma espingarda calibre 12, dois sprays de pimenta, e 15 sprays de pimenta de espuma.

E a Polícia Civil?

O convênio de repasse de recursos em benefício à Polícia Militar, também motivou o questionamento sobre a situação da Polícia Civil da cidade.

Segundo a presidente Nega, a realidade preocupante. “O responsável pela delegacia recebe 100 litros de gasolina para o automóvel realizar as diligencias. Falamos com o Conselho Municipal de Segurança para vermos com o Executivo, um convenio com a Polícia Civil. Agendaremos uma reunião com o Governo Municipal e com a ADR para discutir o assunto na próxima semana”, finaliza.

  • IMG_6512 (Copy)
  • IMG_6506 (Copy)
  • IMG_6501 (Copy)
  • IMG_6489 (Copy)
  • IMG_6485 (Copy)
  • IMG_6508 (Copy)
  • IMG_6495 (Copy)
  • IMG_6513 (Copy)
  • IMG_6503 (Copy)

Expediente da 17ª Sessão Ordinária

Projeto de Lei PL Nº 07/18. Autoria. Luiz Henrique de Bittencourt. Denomina logradouro público no Bairro Vila Nova, neste município.

Indicação Nº 129/18. Autoria. Marcel Freitas. Que o Poder Executivo através da secretaria de obras viabilize a manutenção das lajotas soltas na travessa Pedro Smânia, Bairro Centro.

Indicação Nº 130/18. Autoria. Giovana Galato Santa Rosa. Que o Poder Executivo através do setor competente avalie a possibilidade de implantar no município o Projeto Cidade Lixo Zero.”

Veja a Sessão Legislativa em vídeo

Notícias Relacionadas

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

Confira 7 sugestões de presentes tecnológicos e acessórios de celulares para o Natal

VEJA VÍDEO - Os produtos são bastante procurados pelos clientes e estão disponíveis na LC Celulares de Cocal do Sul e Urussanga.

Empresa tem malote levado por assaltante em Sangão

A funcionária disse à polícia que foi abordada pelo homem quando chegava no estabelecimento com um furgão.

Dubai Residence surpreende ao ser entregue com seis meses de antecedência em Cocal do Sul

Construtora e incorporadora GALLIFONTANELLA prezou por requinte, qualidade e diferenciais únicos na construção do novo empreendimento. Inauguração ocorreu nesta sexta-feira (14)