Poder Legislativo

Semana da Família pode entrar no calendário anual de eventos de Nova Veneza

Legisladores aprovaram o Projeto de Lei nesta terça-feira (3), durante sessão ordinária

Foto: Willians Biehl

Mais um evento deve ser acrescentado no calendário anual oficial de eventos de Nova Veneza. Os legisladores votaram e aprovaram por unanimidade na sessão ordinária desta terça-feira (3), um projeto de lei, denominado “Semana da Família”, a ser comemorada na segunda semana de agosto.

De autoria do vereador Augusto Pasetto (PSDB), a Semana da Família foi pensada para acontecer anualmente no mês de agosto, já que a Semana Nacional da Família, que já é um evento consolidado em todo Brasil, acontece também neste período, considerado mês vocacional, dedicado à reflexão sobre as vocações em geral.

“O município aprovando esta lei, nós podemos junto com as escolas, a Secretaria de Assistência Social, Associação Feminina de Assistência Veneziana – Afave e as igrejas, fazer eventos voltados à família. Visto que hoje em dia os valores familiares estão se perdendo. Hoje muitos casais de separam por motivos banais. Que esse evento seja aprovado também pelo executivo para gente ter esse trabalho voltado às famílias”, solicita o vereador.

O vereador Aroldo Frigo Júnior (PSDB) parabenizou o colega de bancada pela autoria deste projeto de lei, por buscar o resgate dos valores familiares. “Hoje neste mundo globalizado, informatizado, onde se perdem os valores da família, é importante trazer novamente estes valores com a Semana da Família em Nova Veneza. A família é nosso porto seguro, é onde encontramos nosso refúgio”, afirma.

Além do projeto de lei, três indicações foram votadas e aprovadas pelos vereadores durante a sessão ordinária desta semana. Uma delas de autoria do presidente, Eloir Minatto (PSD), o Biro Biro, que solicita que seja viabilizado o atendimento dos pedidos elaborados pela Associação de Irrigação e Drenagem do Rio Cedro Médio, Associação de Drenagem e Irrigação Santo Isidoro e Associação de Drenagem e Irrigação Núcleo Gava.

De acordo com o presidente, o apoio do Poder Executivo Municipal no atendimento dessas solicitações é muito importante para auxiliar as associações na realização de obras de drenagem e ampliação, as quais irão beneficiar agricultores e associados, que residem e possuem suas plantações no interior do município de Nova Veneza.

Por sua vez, o vereador Edgar Preis (PP), a pedido da Associação de Moradores da Comunidade de Rio Cedro Médio e do CAEP, faz sua indicação para que seja providenciada a instalação de placas com identificação dos nomes das Ruas na Comunidade de Rio Cedro Médio. O vereador afirma que a instalação de placas com os nomes das ruas auxiliará na identificação dos endereços das residências, e espera que o poder executivo possa colocar as placas naquela localidade, assim como em outras localidades que ainda não tenham.

O vereador Claiton Zanzi (PMDB), reforça o pedido do colega vereador Edgar Preis, e lembra que no distrito em São Bento Baixo a maioria das ruas já foram nomeadas, mas ainda não receberam placa de identificação.

No entanto, a indicação da noite, do vereador Claiton Zanzi foi para que seja providenciada, com urgência, a construção de uma viga ao redor da quadra de vôlei de areia da comunidade de Jardim Florença, e que faça a instalação de uma cerca em torno desta quadra.

“Quando chove, sem essa viga de contenção a areia acaba saindo da quadra, até mesmo o movimento de jogadores também faz com que a areia saia. O pedido da cerca é para evitar que animais entrem ali e fiquem em contato com a areia, podendo transmitir doenças para quem frequenta o local”, garante.

Na oportunidade, o vereador agradeceu a secretaria de obras pela agilidade em fazer esta obra logo após o pedido, mas reforça a necessidade da construção da viga e da cerca para o momento.

Escotismo ganha espaço na Tribuna Livre

Foto: Willians Biehl

Para comemorar o dia do escoteiro, celebrado em 23 de abril e trazer detalhes sobre o vigésimo quarto Congresso Estadual Escoteiro de Santa Catarina, sediado em Nova Veneza, fez uso da Tribuna Livre, durante a sessão ordinária na Casa Legislativa, o presidente do grupo de escoteiros Césare Tibaldeschi, Fábio Valentin Destro.

O presidente destacou que o congresso aconteceu entre os dias 17 e 18 de março no teatro municipal com a presença de mais de 300 pessoas de 80 grupos de escoteiros do estado. “Tenho certeza de que depois do que encontraram em Nova Veneza, muitos retornarão com suas famílias para uma visita, inclusive tiveram alguns querendo que o próximo congresso seja aqui novamente”, contou.

Foto: Willians Biehl

Durante sua fala na Tribuna, o presidente destacou que o escotismo teve início na Inglaterra, mas que atualmente no Brasil são mais de cem mil adeptos ao escotismo presentes em todos os estados brasileiros, e em santa Catarina são mil e 23 escoteiros.

Enfatizou também que o grupo de escoteiros de Nova Veneza leva o mesmo nome do fundador, o médico Césare Tibaldeschi que em 1 de fevereiro de 1925 deu início ao grupo, hoje o mais antigo do estado de Santa Catarina e um dos mais antigos do Brasil em termos de fundação.

“Atualmente o grupo é formado por 10 voluntários adultos, 28 lobinhos e 25 escoteiros. No próximo ano teremos a primeira tropa sênior. Nossas atividades são realizadas aos sábados das 13h30min às 16h. Acreditamos na valorização das crianças e dos jovens assim como na sua formação para que sejam capazes de cumprir com seus deveres para com a pátria com o próximo e com seu Deus”, justificou Fábio.

O presidente encerrou o discurso na Tribuna deixando o convite para que as pessoas conheçam o trabalho do grupo e que participem.

Colaboração: Rafaela Trombin Maciel / Comunicação Câmara de Vereadores de Nova Veneza

Foto: Willians Biehl

Notícias Relacionadas

Conselhos Municipais e fim de recesso parlamentar marcam sessão da Câmara de Vereadores de Cocal do Sul

Sessão desta terça-feira (10), contou ainda com a votação e aprovação de cinco indicações e três requerimentos de interesse da população sulcocalense.

OS Criciúma está concorrendo em concurso nacional de Boas Práticas

Concurso reúne vários Observatórios Sociais do Brasil e cada um concorre com alguma boa prática executada.

Reunião discute medidas para reduzir filas nas agências bancárias, em Içara

Soluções para agilizar serviços do SVO são discutidas na AMREC